Eu posso morrer amanhã e tenho deixado tanta coisa de lado com medo de não ser quem a sociedade quer;

Amanhã eu posso parar de andar e não fui aos lugares que o tempo e as obrigações me impediram de ir;

Posso perder a minha voz a qualquer momento e ainda não disse o que realmente sinto para as pessoas que realmente importam;

Em um acaso qualquer eu posso ficar cego e não vou ter tido a chance de ver todas as cores do mundo em seus contrastes majestosos;

Amanhã eu posso morrer e quero dizer desde já a vocês para viver o amor, não esperar oportunidades aparecerem ou a sorte lançar os dados do seu destino;

Faça enquanto pode, amanhã podemos não sermos mais nada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *