Um prato que me lembra da infância é a quirera com costelinha de porco. Meu pai preparava em uma panela de ferro enorme e assim sendo durava por dias.

A quirera é chamada também de canjiquinha em alguns lugares. É feito de milho grosseiramente triturado, a fim de esfarelar, de tal forma que não passe por uma peneira.

Essa receita é uma delicia para dias frios. Ela dá muita sustância e ao mesmo tempo esquenta. Fica uma delicia com uma pimenta da brava e ainda mais com uma couve refogada.

Ingredientes

  • ½ quilo de costelinha de porco (pode ser com osso);
  • 1 cebola média;
  • 3 dentes de alho;
  • 1 cenoura média;
  • 250 g de quirera;
  • Alecrim, sal e pimenta do reino a gosto;

 Modo de preparo da costelinha de porco

Antecipadamente, pique em cubos grosseiros a cebola e o alho. Em uma panela de pressão, refogue a cebola e em seguida o alho. Quando dourar o alho, adicione a costelinha de porco, coloque alecrim, com o intuito de trazer mais sabor para a costelinha, e misture um pouco. Adicione água até dois dedos a cima da costelinha de porco e leve ao fogo, a fim de pegar pressão por 30 minutos.

Logo após 30 minutos, deixe a pressão liberar e abra a panela. Em seguida acrescenta a cenoura em rodelas e salgue no seu gosto. Complete novamente com água (deixe uma água fervendo com a finalidade de acelerar o processo) até cobrir dois dedos a cima da costelinha e leve para a pressão novamente por 20 minutos.

Imediatamente após 20 minutos, retire a pressão da panela e abra. Leve a panela ao fogo alto, adicione a quirera na panela e mexa até secar a água. Está pronta a quirera com costelinha de porco.

Com a finalidade de incrementar, adicione paio, linguiça ou outras carnes da sua vontade. Faça em uma frigideira separada e adicione na pressão no mesmo tempo da cenourinha.

Em conclusão, para acompanhar, um pãozinho, um queijo ralado por cima e uma pimenta são boas pedidas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *