Frango com legumes cozidos

Essa receita de frango e legumes cozidos é para você, que igual a mim, meteu o louco no fim de semana e quer perder peso, sem abrir mão do sabor e sem ter que ficar preparando coisas muito elaboradas.

A receita é simples, pensando em equilibrar a quantidade de proteínas, lipídeos e carboidratos, para manter a energia necessária para aguentar a rotina depois do almoço. Buscar proteína nas folhas verdes é um ponto importante, além de ser mais em conta, fornece de uma forma mais eficiente.

O espinafre tem 49% de proteína, é fácil de encontrar no comércio e é baratinho. Os brócolis ajudam a controlar o colesterol e ajuda no emagrecimento. A cenoura é rica em betacaroteno, potencializa o bronzeado e oferece uma grande quantidade de antioxidantes. Batata doce é uma fonte de carboidratos complexos e que dão a sensação de saciedade por mais tempo. Um dente de alho para ajudar na imunidade e na saúde óssea. E o frango que é barato e uma fonte de proteína interessante.

Essa é a minha base da receita de frango com legumes cozidos, por facilidade de encontrar. Todos os ingredientes podem ser substituídos, a ideia é construir uma refeição colorida, equilibrada e baratinho.

 

Ingredientes:

  • 1 batata doce média;
  • 1 Cenoura média;
  • ½ Cabeça de brócolis;
  • 1 Maço de espinafres;
  • 2 dentes de alho (caso não goste, não precisa colocar);
  • 1 peito de frango (100 g);
  • Sal e pimenta calabresa a gosto.

 

Modo de preparo

  • Corte os legumes em cubos e o peito de frango em tiras. Ferva 1 litro de água;
  • Em uma panela grande, coloque o alho cortado em rodelas e deixe-o dourar com um pouco de óleo. Adicione na sequencia a cenoura picada, a batata doce picada e o frango, refogando um pouco com sal e pimenta calabresa, até dourar um dos lados do frango;
  • Adicione a água até cobrir os legumes e o frango. Quando começar a ferver, coloque os brócolis e cubra com água fria;
  • Quando a água estiver na metade do volume inicial (algo entre 20 a 30 min), coloque as folhas de espinafre e deixe por 5 minutos;
  • Escorra o conteúdo da panela e está pronto;
  • Caso queira, coloque azeite na panela e refogue tudo junto até dourar bem o frango.

BLOCKCHAIN E CRIPTOMOEDAS

Como funciona uma criptomoeda?

As criptomoedas ganharam bastante notoriedade com o advento do bitcoin. Mas o que faz o bitcoin valer $8000? E o que dá respaldo para surgir várias outras moedas? O que é blockchain?

A ideia de uma criptomoeda é facilitar transações globais e eliminar o banco como intermediário e validador. Mas, como fazer isso?

Devemos primeiro entender o esquema que está dando confiabilidade para eliminar o banco. Duas pessoas querem trocar dinheiro entre elas, mas, para validar essa troca, devemos organizar o registro em um caderno em branco, anotando esse trâmite. A confiabilidade entra na sequencia de registros que vão dar o okay, cada pessoa que tem uma caderneta entra nessa transação, quanto mais pessoas registrando a transação, mais confiável está sendo o negócio. Esse é a base da cadeia em blocos, o blockchain.

Blockchain

cadeia produtiva em blockchain

O blockchain funciona em vários sistemas de processos, como, por exemplo, dentro de uma indústria, onde cada etapa do processo produtivo está conectada e formando uma cadeia interativa de distribuição descentralizada. Se acontecer um erro em uma parte do processo, fica mais fácil determinar o que aconteceu e onde aconteceu. Aportar verba de um setor para outro, conforme a produção e o custo de cada etapa. Observar nichos ociosos e tentar completar com setores sobrecarregados. Evitar qualquer perda desnecessária.

Com as criptomoedas, temos um blockchain onde inúmeros computadores estão conectados e verificando que a transação é valida. Quando todos esses computadores estão conectados, eles estão transcrevendo em blocos os dados dessa conexão e com isso ganhando migalhas da criptomoeda, para estimular o uso da energia e dos computadores.

O valor de 1 Bitcoin é tão alto pela quantidade cada vez maior de computadores minerando essa moeda. A mineração torna viável a quantidade de cálculos que são necessários para validar as transações entre contas e como recompensa 1 bitcoin é gerado a cada 10 minutos. Quanto mais computadores conectados, menor a chance de ganhar bitcoin, mas é possível receber uma fatia dela. 1 Bitcoin é dividido em 10 milhões de Satoshis (que é o nome fictício do criador dessa criptomoeda). Quando recebe uma fatia, está recebendo algo como 0,00000001 satoshi.

Mitologia brasileira

Na escola aprendemos sobre o folclore, toda essa mitologia brasileira, rica em personagens mágicos das florestas. Porém os deuses gregos, todos sarados e sem camisa nos fazem suspirar e deixamos de lado uma cultura tão rica e tão nossa.

A história do surgimento de alguns personagens se confunde com toda a nossa história de exploração, a necessidade de criar o medo para driblar os malfeitores e colocar as crianças para dormir cedo e comer legumes.

SACI PERERÊ

saci perere desenhado

Um dos personagens mais icônicos da mitologia brasileira. Escutamos histórias de um rapazinho muito performático, que aparece em um redemoinho e gosta de aprontar muitas peripécias, como esconder coisas. Ele não tem uma perna, usa gorro vermelho e é um espírito da natureza.

Para capturar o saci, você precisa de uma peneira de palha (aquela que não tampa o sol), uma garrafa de vidro e uma rolha com a cruz desenhada. Se alguém o pegou, eu não sei dizer, também não faz sentido por que é uma lenda;

CAIPORA

caipora

Ela é uma entidade tupi-guarani, protege os animais dos caçadores e é prima do curupira. Na verdade se confunde com a lenda do curupira, sendo uma variante dele. Segundo a crendice, ela trás má-sorte e até a morte para quem caça. Preste atenção amiguinhos, se for caçar, que a caipora arranque a sua sorte com os dentes;

MULA SEM CABEÇA

mula sem cabeça em frente a uma igreja

Segundo a lenda, Mula sem cabeça é uma mulher que teve envolvimento com um padre. Isso foi feito para desencorajar as mulheres a consumar o pecado da carne. Ela se transforma em uma égua, com fogo no lugar da cabeça e com o relinchar que se iguala ao choro de desespero humano, galopando entre a noite de quinta até o nascer do sol da sexta. Dava um ótimo personagem de filme de terror;

CUCA

bruxa cuca

É uma feiticeira que rouba crianças desobedientes para comer. A imagem da Jacaré malvada veio com a lenda portuguesa de um dragão que se disfarça de velha feia para espreitar as crianças. Para botar medo nas crianças, dizem que a cuca dorme uma única vez a cada 7 anos e com isso os pais traumatizam seus filhos, genial.

A única cuca que me vem na cabeça é aquela que é um bolo e meu medo é do bolo betumar ou a farofa não cristalizar;

IARA

iara no fundo da água

É a mãe das águas. Com sua pele parda, cabelos verdes e olhos castanhos, ela sai das águas no fim da tarde para envolver os homens e levar eles para se afogarem de paixão.

A Iara foi uma variação, na mitologia brasileira, de outra entidade aquática tupiniquim sobre um demônio das águas. A lenda tupi conta sobre Ipupiara, que é um homem marinho que devora pedaços do corpo de pescadores tanto do mar quanto dos rios. Foi referenciado no filme A forma da água, como um homem peixe amazônico, mostrando que o Brasil está preparado para ganhar um Oscar;

BOITATÁ

boitata cobra gigante de fogo

 

Uma cobra de fogo que aparece no meio de matas, que nada mais é do que o ácido fosfórico dos pântanos, entrando em combustão em contato com o ar e formando o fogo-fátuo.

A chama dançante no meio do pântano assustava os desbravadores e levantava historias mirabolantes sobre uma cobra gigante, que capturava os desavisados e causava certo desconforto em quem estava caçando ou acampando por ali.

Tenho vergonha de pedir

Aceitar ir na casa de uma pessoa pode ser algo complicado, principalmente para quem é introvertido ou envergonhado. Pedir alguma coisa, na casa de um desconhecido, se torna uma missão mais difícil ainda.

Por mais que te digam para se sentir em casa, tem coisas que temos dificuldades na hora de fazer uma abordagem. E a sensação de sentir que está incomodando é o que leva a nossa lista.

 

Algo para comer

negando comida

A fome é algo que podemos controlar, de certa forma. Mas, como resistir aquele cheirinho de bolo quentinho saindo do forno ou aquela coxinha macia e bem recheada? Nessas horas o estomago ronca e a vontade de pedir um pedaço até vem, mas a educação fala mais forte e a calma precisa dominar o corpo.

E quando a pessoa oferece um pouco e a primeira coisa que diz é o famoso “Não, obrigado, estou satisfeito, acabei de comer antes de vir”, não bate aquele pequeno arrependimento interno?

Um copo de água

oferencendo água

Para pedir a água tem que vir o pensamento de quanto tempo você pretende permanecer ali. Caso você vá ficar mais de 1 hora, vai precisar eliminar essa água e aí vem a necessidade de também pedir para ir no banheiro.

O esquema é estar bem hidratado para não ter fraqueza, tontura, dor de cabeça, fadiga e, se for muito prolongada, à morte.

Fazer o número 2

vontade de ir no banheiro

Okay, isso é um pouco incômodo para muitas pessoas, usar banheiro fora de casa é estranho e desconfortável. E quando estamos com aquela vontade fulminante, que normalmente vem seguido daquele cafezinho preto que não desceu legal? Fica complicado usar o banheiro e a sensação de que o cheiro e o barulho vão criar uma imagem excêntrica de você.

Tirar uma soneca

Dormindo de qualquer jeito no sofá

Sentar no sofá e começar a ver uma serie ou um filme pode gerar um pouco de tédio e com isso vem o soninho. Você se obriga a ficar acordo para não roncar e ficar todo desengonçado na casa alheia. É tenso!

Para ir embora

entediado

As vezes nós somos convidados para escutar um desabafo, participar de alguma confraternização ou só assistir alguma coisa. Conseguir é cortar a empolgação do anfitrião contando historia e pedir gentilmente para poder ir embora é uma missão árdua.

Joaninha

Quando vemos a joaninha vermelha tão pequeninha, nem imaginamos o tamanho da importância dela para a natureza, para as culturas agrícolas e para nossa própria sorte.

A joaninha tem o corpo redondo e colorido, cheio de pintinhas, podendo variar do vermelho que conhecemos para amarelo e também preto.

Controlam pragas agrícolas e tem uma importância significativa na natureza por conta do controle biológico. Além de invertebrados, comem também algumas folhas, pólen e até fungos. Escolhem locais onde tem concentração de larvas de insetos para colocarem seus ovos e assim disponibilizar alimento para a prole e de quebra fertilizar o solo.

Joanhinha comendo um pulgão
joaninha comendo pulgão

Porque dizem que joaninha dá sorte?

O fato dela ajudar a controlar pragas de forma eficiente em plantações, coloca ela como um simbolo de sorte, felicidade e fortuna. Quando uma joaninha pousa em você, significa que você terá prosperidade.

A contagem de pintinhas em suas costas determina o número de meses que levará para surgir um amor na vida de alguém.

Ela é conhecida também como Besouro de Nossa Senhora, por conta das lendas que ligaram as joaninhas a Virgem Maria, símbolo da fertilidade e maternidade. Joaninhas apareciam para controlar pragas das plantações e controlar infestações de pulgas, sendo atribuída as rezas que eram realizadas, significando boa predição por fazendeiros e farmacêuticos na Idade Média.

Quando encontrar uma joaninha não a mate, isso pode trazer azar e tristeza. Caso você não acredite em superstição, lembre da importância delas para evitar pulgas e outros insetos que podem se proliferar muito rápido.

Ansiedade

Despejei toda minha ansiedade em você. Eu estava o tempo todo no celular, para disfarçar minha aflição, e ela me dominou. O tormento foi muito pior quando você me deixou. Sempre pensei que tudo ia bem e não ia, tudo estava errado e eu me afundei e afundei muito mais. Não te dei o seu espaço e te perdi para todo o sempre.

Eu fiquei ansioso e usei essa ansiedade de te encontrar como um escape para outros relacionamentos. Precisei de ajuda, como ainda preciso. Eu estou totalmente sozinho e vou ficar assim até minha morte.

Encarei meu celular por todos os meses que ficamos longe, esperando que em cada ligação, cada vibração, cada momento, fosse você deixando as coisas voltar ao que era. Insistir e ficar mandando mensagem, era desrespeito com você. Você não voltou e eu entendi que ser forte é esperar e aceitar que cada coisa tem seu tempo, mesmo que esse tempo não seja da forma que eu queira.

Comida para fazer na preguiça

Arroz com carne moída

Uma coisa que eu gosto é de praticidade e quando o assunto é comida precisa ter sabor também.

Em dias corridos, a única coisa que penso é chegar em casa e deitar. Nem sempre queremos fazer uma comida muito elaborada, então a criatividade precisa ir além do miojo.

Nessa receita podemos fazer tudo na mesma panela, para poupar esforço até com a louça. E uma das coisas que eu gosto de fazer é arroz com carne moída.

Ingredientes:

1 dente de alho picado

Meia cebola picada

200 g de carne moída (Vai do seu bolso se quer carne de primeira ou de segunda)

1 pimenta dedo-de-moça picado (Se não gostar de pimenta, pode colocar meio tomate picado ou meio pimentão picado)

Meia lata de milho verde

2 colheres de sopa de óleo

Cominho a gosto

Sal a gosto

1 xícara de arroz (algo perto de 150g)

 

Modo de preparo:

Coloque uma água para esquentar, isso ajuda a acelerar o processo;

Em uma panela grande, coloque o óleo, refogue a cebola até começar a dourar. Logo em seguida o alho e a pimenta;

Adicione a carne moída e deixe o fogo baixo. Refogue a carne moída e quando ela estiver no ponto, coloque o sal, o cominho e o milho;

Aumente o fogo e coloque o arroz e vai misturando tudo;

Na sequência, adicione a água quente e deixe cozinhar até começar a estralar.

Para acompanhar, uma farinha temperada vai dar crocância, pois o arroz fica molhadinho e um queijo ralado vai ajudar a quebrar a pimenta.

Banheiro público, o que queremos?

O banheiro comercial precisa seguir algumas normas para ser instalado. A Norma Regulamentadora – 24 do Ministério do Trabalho, coloca que para condições sanitárias e de conforto nos locais de trabalho, deve ter instalado vasos, mictórios, lavatórios e chuveiros, para atender a cada grupo de 20 trabalhadores.

Em instalações como shoppings e outros centros de grande concentrações, deve seguir a regulamentação municipal. A ideia principal é atender ambos os gêneros, em um volume de demanda de 100 pessoas para cada instalação sanitária. Mas, nem sempre, os estabelecimentos comerciais seguem a legislação e adaptam de qualquer forma os banheiros para uso comum.

Muitas vezes, estamos fora de casa e aquela vontade fulminante de ir no banheiro surge. Por mais que consigamos segurar, tem momentos que se faz necessário visitar esse ambiente tão querido e solitário.

E afinal, o que queremos encontrar em um banheiro quando o utilizamos fora de casa?

Limpeza

banheiro comercial masculino da ufmg

Esse é o mínimo que se busca. Um banheiro público bem limpo diz muito sobre o estabelecimento.

Papel Higiênico

Rolo de papel higiênico

Naqueles momentos fora de casa, não encontrar o papel higiênico pode gerar momentos de desespero e reflexões sobre soluções paralelas não tão conservadoras.

Espelho

Mulher com batom vermelho ajeitando a maquiagem no espelho

Dar aquela retocada na maquiagem, arrumar o penteado, ver se não ficou aquela casquinha de feijão indesejada e outras coisas que só  podemos resolver olhando o próprio reflexo.

Assento

assentos para privada de pelucia com cores diferentes

Nada mais traumático do que chegar para sentar em um vaso e não ter o assento. Se você sentar direto, sem olhar, pode gerar uma situação incomoda e até entalar em um lugar indesejado.

Achar o banheiro

placa de banheiro com feminino, masculino e alienigena

Começar a seguir as placas de sinalização e descobrir que elas ficam te fazendo dar voltas, só aumenta a agonia para utilizar o banheiro. Ou quando as placas não deixam claro qual é o banheiro certo para entrar e dar de cara com uma cena constrangedora.

Jardim vertical fácil

Como montar um jardim vertical

Vivemos cada vez mais espremidos nas cidades, com apartamentos pequenos ou casas minúsculas.

Ter um jardim em casa, além de proporcionar um ambiente bonito, oferece oxigênio de qualidade e algumas hortaliças e frutas frescas.

A melhor coisa a se fazer é montar um jardim vertical, para otimizar o espaço físico e o tempo, sem tantos cuidados aprofundados.

Com poucas habilidades é possível fazer um bonito expositório para plantas.

jardim vertical no primeiro quadro jardim vertical aplicado no segundo quadro utensilios de montagem

Material necessário:

3 Calhas de PVC 1 m com 100mm

6 caps para calha com 100mm

6 Suportes para calha

1 rolo de arame de 6mm

2 ganchos rosqueáveis (caso queira pendurar no teto e ajudar na distribuição do peso)

2 Pedaços de caibro com 2 m

Parafusos

Buchas

Serrote e Furadeira

Terra e adubo

Mudinhas ou sementes (que você encontra no mercado ou em uma floricultura)

Primeiro passo:

Com o auxílio da furadeira, faça 2 furos na parte inferior de cada calha;

Depois, tampe as laterias das calhas com os caps;

Fixe os pedaços de madeira em vertical na parede escolhida (tome cuidado para manter o espaçamento entre eles de um pouco mais de 50 cm);

Parafuse os suportes nas madeiras e coloque as calhas nos respectivos lugares.

 

Jardim vertical montado

Segundo passo:

Certifique primeiramente sobre o peso da estrutura e da parede de sustentação;

Coloque terra nas calhas com algo em torno de 5 cm de profundidade (ultrapassando um pouquinho do meio da calha);

Utilize fertilizante e misture bem os dois;

Use sua criatividade para ornar plantas e flores;

Caso queira, utilize vasinhos prontos ao invés da terra direta.

Rolê dos aposentados

O que dá para fazer quando se aposenta?

Quando a aposentaria chega, no inicio tudo é tranquilo e alegre. Com o tempo, vem aquele tédio grande e a vontade de ser produtivo novamente, pois ficar parado dentro de casa é pior para o corpo.

Porém, muitas coisas acontecem durante essa fase e a necessidade de bater pernas pela cidade se faz necessária e uma ótima forma de socializar e encontrar pessoas.

Vamos falar de algumas coisas que os aposentados gostam de fazer para não ficar com o esqueleto parado.

Ir no banco na hora do almoço

A hora do almoço é a melhor hora para ir no banco, pois é aquele intervalo do trabalho e o momento ideal para pegar o banco aberto e poder pagar as contas ou resolver alguma pendencia com o gerente.

Nada melhor do que chegar nesse horário e interagir com o pessoal que vai ter que ficar um bom tempo na fila e ter que comer em 5 min antes de voltar para o batente.

Levantar cedinho

Senhor de idade que cuidou do jardim para não deixar ele ficar estragado

Acordar cedo é uma rotina na vida do aposentado, pois nada mais produtivo do que levantar junto com o sol, organizar a casa, cuidar do jardim, fazer aquele cafézinho e esperar dar 7 horas da manhã para ver os primeiros jornais do dia.

Bingo

Pessoas reunidas em um salão para jogar bingo

Você fala em aposentado e essa é a primeira coisa que vem na cabeça. Não por ser algo realizado na comunidade que vive, mas por ser um espaço onde as pessoas se divertem, dão risada e aproveitam para conhecer novas pessoas.

Grupo de excursão

Pessoas se divertindo em uma viagem de onibus

Juntar aquela graninha todo mês e poder fazer uma viagem bacana é algo muito interessante de se fazer.

Imagina quando se tem o tempo livre e pode ir nas épocas menos movimentadas e mais baratas, podendo ficar uma semana com o custo baixíssimo.

Organizar todas as pessoas, animar o bonde e partiu para essa aventura mágica.

Jogar conversa fora na praça da cidade

Pessoas reunidas na praça da cidade conversando e sendo felizes por isso

Dia fresco, pessoal animado com os acontecimentos do dia. Nada como uma praça pública para falar da politica, do time, comentar a novela e ainda jogar uma bocha ou uma dama com as parcerias.

Devemos sempre tratar com respeito e igualdade quem gastou um longo tempo de sua vida para manter a roda da sociedade girando. A idade chegará para todos e é sempre bom lembrar que seremos nós amanhã