Faça enquanto pode

Eu posso morrer amanhã e tenho deixado tanta coisa de lado com medo de não ser quem a sociedade quer;

Amanhã eu posso parar de andar e não fui aos lugares que o tempo e as obrigações me impediram de ir;

Posso perder a minha voz a qualquer momento e ainda não disse o que realmente sinto para as pessoas que realmente importam;

Em um acaso qualquer eu posso ficar cego e não vou ter tido a chance de ver todas as cores do mundo em seus contrastes majestosos;

Amanhã eu posso morrer e quero dizer desde já a vocês para viver o amor, não esperar oportunidades aparecerem ou a sorte lançar os dados do seu destino;

Faça enquanto pode, amanhã podemos não sermos mais nada.

O que é o amor?

A descrição para o que o amor na wikipédia é meio contraditório, pois não é tão simples definir ele.

O amor pode vir de uma vontade em algo que se deseja, num abraço carinhoso entre amigos, num sorriso banguela de uma criança para a mãe, de um sopro do vento num rosto mareado, do encontro de lábios entre dois amantes, de dentro de uma caixa de papelão com um gato peludo nele, de uma torradeira com um pão esquentando num momento de fome, de uma boa ação feita no cotidiano.

Eu não gostaria de entender o amor em palavras, eu prefiro aprender ele sentindo os momentos e as pessoas e os lugares e tudo o que me remete a esse sentimento.

Torta de panqueca com atum

Torta de panqueca com atum

A primeira vista parece que vamos ensinar a cozinhar uma panqueca e enrolar com atum, mas vamos é fazer uma torta de panqueca com atum. Assim que começar a ver o modo de preparo começa a entender que estamos fazendo uma torta muito estilosa e saborosa.

O modo de preparo é divertido e da mesma forma uma delicia para variar no almoço e quem sabe no café da tarde.

Ingredientes panqueca:

  • 1 ½ xícaras de farinha de trigo;
  • 2 xícaras de leite
  • ½ xícara de amido de milho;
  • 3 ovos;
  • 1 pitada de sal e pimenta do reino.

Ingredientes recheio

  • 1 lata de atum (pode ser sólido ou ralado);
  • ¼ de cebola;
  • 1 dente de alho;
  • ¼ de pimentão verde.

Preparo do recheio de atum

Antes de tudo, vamos preparar o recheio. Pique a cebola em cubos pequenos, o pimentão e o alho do mesmo modo. Em uma panela, adicione óleo e refogue, até dourar, a cebola, o pimentão e posteriormente o alho. Abra a lata de atum e logo depois acrescente todo o conteúdo na panela. Mexa até alcançar a fervura, desligue e assim reserve.

Preparo Panqueca

Nesse ínterim vamos preparar a massa da panqueca. Com o uso de um liquidificador primeiramente vamos adicionar os três ovos, o leite e o amido de milho. Bata tudo na velocidade mais baixa, adicione a pitada de sal e pimenta do reino, logo depois adicione a farinha aos poucos. Assim que estiver uma massa bem homogênea, seguimos para a próxima etapa.

Montagem da torta de panqueca com atum

A princípio, unte uma frigideira com óleo e aqueça ela bem. Com o auxilio de uma concha, derrame cuidadosamente pequenas porções da massa de panqueca. Assim que dourar de um lado, vire e logo em seguida coloque em um prato liso.

Logo após, espalhe uma colher cheia do atum e distribua sobre a massa. Da mesma forma do atum, adcione uma colher de requeijão cremoso para deixar ainda mais gostoso. Proceda dessa forma com todas as massas, vai dar algo em torno de 10 panquecas (dependendo do tamanho da sua frigideira).

Em conclusão, corte em pedaços como em uma torta convencional e sirva.

O nome dela

O nome dela ainda reflete o brilho do meu olhar;

Aquele veneno doce e engarrafado, ainda sussurra no meu ouvido e nos meus sonhos;

A mão dela tem o vazio que entrelaça meus dedos;

Sua boca tem um gosto amargo, a mistura das lagrimas e das bebidas fortes que te acompanharam;

Os olhos dela ainda ficam na minha cabeça, aquele brilho que veio da vez que ficamos uma eternidade separada;

Seu corpo marcado por tantos toques e sentimentos, toque que fiz parte, momentos que hoje são tormentos;

Você é tão linda aos meus olhos,

Nenhum defeito seu passa despercebido,

O que o mundo desgosta, eu acho bonito;

Você é feita de uma forma que me completa,

Nem boa e perfeita,

Nem ruim e traiçoeira,

Você veio no formato exato,

Do tamanho da saudade e dos meus abraços.

Um dia você quase me matou,

Antes de tanto amar

Hoje de tanto chorar.

Hambúrguer de ervilha

O hambúrguer de ervilha a principio é apenas mais um prato vegetariano, entretanto é bem mais que isso. Ainda que seja comum o consumo de carne, o preço não permite o consumo diário em muitas residências.

Essa receita rende 10 hambúrgueres de ervilha e, a saber, tem maior quantidade de proteína em comparação com um bife de coxão mole.

Dessa maneira, sugiro inicialmente como uma opção de guarnição em suas refeições e/ou um acompanhamento para um lanche da tarde.

Ingredientes

  • 2 dentes de alho;
  • 1 lata de ervilha em conserva;
  • 150 gramas de pão de forma (ou farinha de rosca);
  • ½ cebola;
  • ½ tomate;
  • ¼ de cenoura;
  • Sal e pimenta do reino a gosto.

Modo de preparo do hambúrguer de ervilha

Primeiramente, esquente as ervilhas por 10 minutos em água fervente. Logo depois, escorra a água e coloque no liquidificador e espere.

Pique a cebola e o alho. Em seguida refogue-os até dourar o alho e reserve.

Bem como a cebola e o alho, pique em cubos, grosseiramente, a cenoura e o tomate. Adicione igualmente no liquidificador a cebola, o alho, a cenoura e o tomate, juntamente com a ervilha previamente adicionada.

Na sequencia, bata tudo até virar uma pasta. Se acaso ficar muito liquido, não se preocupe, Será corrigido com a farinha de rosca. Deposite em uma vasilha grande, tanto quanto consiga misturar tudo sem derramar.

Nesse ínterim, triture o pão no liquidificador, caso não tenha farinha de rosca. Acrescente junto à massa, tempere com sal e pimenta do reino a gosto e desse modo misture tudo. Caso não fique uma massa firme, adicione mais farinha de rosca aos poucos, até dar liga. Prove com a finalidade de corrigir o tempero.

Assim sendo, passe óleo vegetal na mão e forme uma bola do tamanho do seu palmo. Em conclusão, de a forma de um hambúrguer com essa bola e coloque em uma vasilha ou em uma embalagem para poder conservar no congelador.

Enfim, quando for preparar, retire a porção desejada do congelador e frite em uma frigideira quente. Aproveite seu hambúrguer de ervilha com pão e queijo ou como guarnição no almoço.

Reticências…

Ela tem reticências no olhar

Foge quando deveria me encontrar

Sua cabeça gira de uma forma confusa

Ela tem as palavras certas para me conquistar.

Quer passeio na França, com espumante e croissant

Enlouquecer a cabeça ao lado de outro coração

Ter uma filha em sua vida, para amar sem fim

Quero te ter do meu lado e enfrentar qualquer coisa ruim.

Desejo sentir seus lábios,

Tirar a areia do seu sapato,

Vestir seu corpo, com o meu corpo

E morrer por esse amor.

Você será minha última namorada

Quem eu vou ver ao longe viúva

Você será minha amada

Quem dividira comigo o guarda-chuva.

Ela tem 1,52

Olhos de brilhantes não lapidados

Conhece o mar e tem medo dele

Não conhece o amor e mesmo assim foge

Ela entende a minha cabeça,

Ela entende o meu coração.

Doce de leite caseiro

De antemão, o doce de leite caseiro combina bem com um pãozinho quentinho. Da mesma forma que pode usar para preparar receitas tal qual um petit gateau de doce de leite ou um pão de mel.

É provável que tenha visto muitas receitas de doce de leite caseiro em que ensinam a enrolar o leite condensado de caixa no papel alumínio. De fato pode ser feito dessa forma, porém todo cuidado é importante. A possibilidade do papel alumínio se desprender e entupir a válvula de escape da panela é muito grande.

Por consequência eu uso um pote de vidro desses quem vem conservas. Todavia essa receita de doce de leite caseiro é rápida para fazer e saborosa.

Ingredientes doce de leite na panela de pressão
  • 2 caixa de leite condensado.
Modo de preparo

Em principio temos dois jeitos de fazer esse doce de leite, na panela de pressão que, a saber, é mais rápido e em banho Maria.

Ao propósito de evitar que a fervura solte pedaços de papel alumínio e em consequência pedaços da caixinha, use um pote de vidro. Despeje o conteúdo do leite condensado dentro do pote de vidro e assim que for fechar, deixe a tampa levemente rosqueada.

Logo depois coloque o pote de vidro dentro da panela de pressão e adicione água até a metade do vidro ou um pouco mais. Tampe e espere pegar pressão, ao passo que começar a apitar espere de 15 a 25 minutos. De acordo com o tempo a densidade do doce de leite muda, quanto maior o tempo mais cremoso fica.

Em suma, desligue a panela e espere sair sozinha a pressão. Acima de tudo, tome cuidado com a temperatura ao tirar o vidro, estará muito quente. Em conclusão, deixe resfriar e coma com um pão caseiro bem gostoso.

Pão caseiro bem gostoso

Fazer um pão caseiro bem gostoso é um exercício de paciência e da mesma forma um pouco de musculação também.

Nessa quarentena aprendi como se faz um bom pão. Um pouco de paciência, um bom tanto de farinha, bastante braço e por consequência saiu um pão caseiro bem gostoso, fofinho e saboroso.

Essa receita talvez provavelmente caia bem com um patê de alho ou uma guacamole.

Ingredientes

  • 3 xícaras de farinha de trigo;
  • 10 gramas de fermento biológico;
  • 1 colher de sobremesa de açúcar;
  • 3 colheres de sopa de óleo ou azeite;
  • 1 xícara e meia de água morna;
  • 1 colher de sopa de sal.

Modo de preparo

De antemão esquente a água. Logo após dissolva o fermento e misture a colher de açúcar junto. O açúcar vai servir para alimentar os fungos que estão presentes no fermento e a água morna vai acelerar o processo metabólico delas.

Em seguida, em um recipiente espaçoso, adicione as 3 xícaras de farinha e as colheres de azeite. Com o auxilio de uma colher, abra um buraco no meio da farinha e dessa forma ir adicionando a água morna com fermento, misturando para que forme uma massa uniforme.

Por fim, adicione o sal e sove a massa com as mãos. Se acaso a massa estiver muito seca e quebradiça, adicione um pouco mais de água enquanto sova a massa. Do mesmo modo, caso a massa estiver colando muito nas mãos, vá adicionando farinha até ficar firme e bem homogênea.

Com o intuito de o fermento fazer a massa crescer, tampe o recipiente com um pano de prato e deixe por 30 minutos em descanso.

Nesse ínterim, unte a forma que vai levar ao forno, com farinha ou óleo, e reserve.

Abrindo a massa e assando o pão

Posteriormente, pegue a massa e corte em 4 partes. Enfarinhe uma superfície e com a ajuda de um rolo (eu usei uma garrafa de vinho como rolo, só para exemplificar) abra a massa. Para que fique bem fofinha, passe o rolo abrindo bem um lado, logo após enrole a massa e abra-a novamente. Repita o processo quatro vezes. Ao passo que terminar de abrir a massa, enrole e coloque na forma untada, dando um pequeno espaço entre cada rolinho e deixe descansar mais 30 minutos.

Em conclusão, com uma faca, faça leves cortes superficiais na extremidade da massa, para que o ar possa sair quando estiver assando. Leve ao forno a 220°C (fogo médio) por 30 minutos ou até dourar bem.

Enfim está pronto seu pão caseiro bem gostoso, comer ele quentinho é uma ótima pedida com o café da tarde.

Macarrão com salsicha

Fazer macarrão com salsicha não só é barato, como também é rápido e pratico. É provável que um dia esqueça a carne congelada ou a grana aperte no fim do mês. Ter uma quantidade de salsicha no congelador ou uma lata de sardinha pode salvar nesses momentos.

A salsicha é bem versátil por causa de seu preço e facilidade de preparo.  Mesmo que a salsicha não seja uma das melhores opções para consumo, com toda a certeza a criatividade a deixa mais saborosa e requintada.

Essa receita de macarrão com salsicha é sem dúvida bem elaborada, no entanto use o que tiver na geladeira.

Ingredientes

  • 400 gramas de macarrão espaguete;
  • 200 gramas de salsicha da sua preferência;
  • ½ cebola branca;
  • 1 dente de alho;
  • ½ tomate;
  • Salsinha e cebolinha;
  • ½ pacote de queijo parmesão ralado;
  • 1 caixa de creme de leite;
  • Sal e pimenta do reino ao seu gosto;

Modo de preparo do macarrão com salsicha

Primeiramente ferva as salsichas. Podemos fazer dois processos aqui com o intuito de diminuir os processos. A principio cozinhar o macarrão, reservar a água quente e deixar as salsichas ali fervendo ou por outra opção ferver direto em uma panela separada.

Nesse ínterim, corte a cebola e o tomate em cubinhos e pique o alho. Coloque um fio de óleo em uma panela, espere esquentar e acrescente a cebola, o alho bem como o tomate. Refogue de tal forma que doure o alho e a cebola.

Em seguida, com as salsichas cozidas, corte em rodelas de acordo com o tamanho que goste. Logo após adicione na panela com a cebola, alho e tomate para que doure um pouco. Posto que estiver refogado, coloque o creme de leite, o sal e a pimenta do reino, mexendo para incorporar todos os ingredientes.

Assim que começar a ferver o molho, coloque o macarrão, mexa e depois que estiver fervendo de novo, inclua o queijo parmesão ralado. Desligue o fogo, espalhe a salsinha e a cebolinha picadas e enfim está pronto nosso macarrão com salsicha.

Quirera com Costelinha de porco

Um prato que me lembra da infância é a quirera com costelinha de porco. Meu pai preparava em uma panela de ferro enorme e assim sendo durava por dias.

A quirera é chamada também de canjiquinha em alguns lugares. É feito de milho grosseiramente triturado, a fim de esfarelar, de tal forma que não passe por uma peneira.

Essa receita é uma delicia para dias frios. Ela dá muita sustância e ao mesmo tempo esquenta. Fica uma delicia com uma pimenta da brava e ainda mais com uma couve refogada.

Ingredientes

  • ½ quilo de costelinha de porco (pode ser com osso);
  • 1 cebola média;
  • 3 dentes de alho;
  • 1 cenoura média;
  • 250 g de quirera;
  • Alecrim, sal e pimenta do reino a gosto;

 Modo de preparo da costelinha de porco

Antecipadamente, pique em cubos grosseiros a cebola e o alho. Em uma panela de pressão, refogue a cebola e em seguida o alho. Quando dourar o alho, adicione a costelinha de porco, coloque alecrim, com o intuito de trazer mais sabor para a costelinha, e misture um pouco. Adicione água até dois dedos a cima da costelinha de porco e leve ao fogo, a fim de pegar pressão por 30 minutos.

Logo após 30 minutos, deixe a pressão liberar e abra a panela. Em seguida acrescenta a cenoura em rodelas e salgue no seu gosto. Complete novamente com água (deixe uma água fervendo com a finalidade de acelerar o processo) até cobrir dois dedos a cima da costelinha e leve para a pressão novamente por 20 minutos.

Imediatamente após 20 minutos, retire a pressão da panela e abra. Leve a panela ao fogo alto, adicione a quirera na panela e mexa até secar a água. Está pronta a quirera com costelinha de porco.

Com a finalidade de incrementar, adicione paio, linguiça ou outras carnes da sua vontade. Faça em uma frigideira separada e adicione na pressão no mesmo tempo da cenourinha.

Em conclusão, para acompanhar, um pãozinho, um queijo ralado por cima e uma pimenta são boas pedidas.